Por que protestar?

Sombra horizontal g
  • 12/03/2015

Por que protestar?

15 de março estaremos lá!

Brasil protestos tarifa transporte publico prefeitura 20130618 16 size 598

Prezados amigos!

Gostaria de convocar a todos aqueles que, assim como eu, sentem-se indignados com a atual conjuntura política do país, para, no próximo domingo, dia 15 de março, nos reunirmos junto aos demais manifestantes na praça da "Mãe", em frente à escola Fagundes dos Reis, às 14h, com o intuito de, pacificamente, demonstrarmos nossa consternação com os rumos que a política brasileira vem tomando.

Devemos atentar para o fato de que, independente de partidos políticos ou ideologias (afinal cada um tem o seu/sua) é inadmissível que admitamos como normal ou democrático, a utilização por parte do atual governo do PT (e o mesmo vale para qualquer governo diga-se de passagem) de meios espúrios e obscuros como a propina feita à parlamentares com os recursos da Petrobras, para que os mesmos venham a compor e somar-se a base governista no Congresso nacional.

Antes que alguém me acuse de golpista informo que a própria Constituição (art. 85, II) define que, se o Presidente da República atentar contra o "livre exercício do poder legislativo" estará cometendo crime passível de responsabilização cuja penalidade pode ser o Impeachment.

Assim, se considerarmos que a composição da maioria parlamentar no Congresso Nacional com o uso de recursos públicos e por meio da corrupção é "NORMAL", devemos, por coerência, abandonar todo e qualquer discurso moralista pois estaremos afirmando taxativamente que na democracia a ética é dispensável.

Alguém irá afirmar "mas a Presidente não sabe de nada, não há provas". Ora, o exercício do poder e a capacidade de tomada das decisões políticas traz, como consequência, a responsabilidade por parte de quem exerce o mando político.

Do contrário, não viveríamos em um governo "do povo, pelo povo e para o povo" mas em uma autocracia.

Assim, um dos motivos da manifestação do próximo domingo é pela intenção de demonstrar os efeitos da completa desestruturação das instituições políticas representativas do país que, como bem demonstram os protestos, se tornaram incapaz de proporcionar ordem e harmonia política na sociedade brasileira.

Sem manifestações por parte da sociedade capazes de demonstrar os sintomas da falência institucional do Brasil a discussão por reformas não ocorrerá. Afinal, time que está ganhando...não se mexe.

Assim, com o desejo de expressar descontentamento mas, ao mesmo tempo, sentido de esperança por mudanças...convoco a todos os de bem para juntarem vozes à multidão no domingo para, não apenas criticar o atual governo mas, principalmente, demonstrar que com a atual conjuntura política, de barganhas, propinas, corrupções e safadezas, não iremos a lugar algum.

O povo sabe disso e a sua manifestação ajudará a lembrar os representantes de tal fato.

Abraço a todos e bom resto de semana.

Por Mateus Wesp