Diários de Campanha - Parte I

Sombra horizontal g
  • 28/08/2016

Diários de Campanha - Parte I

3537527d f82f 4e5c 99bb ff1bca20e43e

O eleitor andava desacreditado. Uma espécie de ateísmo eleitoral. Estamos fazendo um trabalho de conversão e renascimento da esperança, da moralidade e da política limpa. Nessa trajetória, pude perceber, já ao fim dessa primeira semana, enorme receptividade das pessoas para uma política com qualidade e com a cara da juventude.

Todos querem acreditar que uma política diferente dos velhos vícios é possível. Um amigo, de 40 anos de idade, me contou que nunca havia votado em vereador algum, pois não havia encontrado alguém que lhe representasse. Votará pela primeira vez, pois acredita que eu estou preparado para fazer diferente. Isso me emociona muito! Faz-me querer fazer melhor e diferente!

Prometo trabalho e política limpa, com a simplicidade de quem quer ajudar, recebo em troca cada vez mais contatos de pessoas que querem participar desta campanha. São amigos, ex-colegas, vizinhos, alunos, e uma gama de novos contatos que se identificam com algo que busquei sempre adotar como forma de conduta: humildade, respeito e carinho pelas pessoas.

Como é bom fazer política assim, vendo o sorriso no rosto das pessoas e cada vez mais ligações e mensagens à espera de minha visita. Pretendo visitar a todos, na medida do possível, afinal, nesta cruzada de mudança, encontro cada vez mais pessoas contrárias às práticas viciadas da velha política e prontas para votar de modo consciente, como quem diz “Agora chega de brincadeira, a coisa ficou séria! Vamos votar direito!

Faltam 35 dias até a eleição. Vamos continuar trabalhando e acreditando que Passo Fundo pode mais, e tudo isto de um modo bem simples e fácil, por meio de seu voto, caro amigo!

Por Mateus Wesp