População se mobiliza pela manutenção do feriado municipal no dia da
Slogan

  • 05/07/2018

População se mobiliza pela manutenção do feriado municipal no dia da padroeira Nossa Senhora da Conceição

Audi%c3%aancia min

Está tramitando na Câmara de Vereadores de Passo Fundo um projeto de Lei, de autoria do vereador Ronaldo Rosa, que altera a data do feriado municipal do dia 08 de dezembro (dia de Nossa Senhora da Conceição – padroeira do município) para 07 de agosto (dia da emancipação político-administrativa de Passo Fundo).

O nobre colega afirma que a necessidade de mudança da data do feriado se dá em virtude de um benefício ao comércio local – visto que o mês de dezembro já possui outros feriados importantes em quais o comércio não funciona – e que a instituição de mais um feriado implicaria em prejuízo a economia local.

Além disso, segundo Ronaldo, um feriado de cunho estritamente civil contemplaria os passofundenses de todas as religiões.

Embora entenda a intenção do colega, discordo da mudança proposta.

Também foi possível perceber, durante a audiência pública realizada na Câmara de Vereadores no dia 04 de julho, que a população defende a manutenção do feriado na data em que vigora atualmente.

Não é possível considerar a história de nossa cidade esquecendo da religiosidade daqueles que formaram o nosso país. Não à toa Nossa Senhora da Conceição é padroeira de Passo Fundo, visto que a Imaculada é padroeira de Portugal – de onde descendem nossos primeiros habitantes – e de toda a Lusofonia.

A sua primeira imagem chegou ao País na Bahia, no ano de 1549, trazida por Tomé de Souza, primeiro governador geral do Brasil, e assim se tornou a protetora do País no Período Colonial.

Sua história em Passo Fundo tem início no dia no dia 7 de agosto de 1857, quando de comum acordo as autoridades civis e religiosas escolheram Nossa Senhora da Conceição como a padroeira do Município.

No local onde hoje é a paróquia Nossa Senhora da Conceição foi construída a primeira capela de Passo Fundo.

Depois disso, em 1949 foi criada a lei que instituiu o feriado municipal, no dia 8 de dezembro, em sua homenagem. A Igreja localizada em frente à praça Tamandaré recebe o título de Matriz por ser considerada a “Paróquia Mãe” da Arquidiocese, visto que é a mais antiga da região norte do Rio Grande do Sul.

Acredito que os seres humanos têm suas dimensões material e espiritual. Por isso, não podemos deixar de observar essa parte tão importante de nossas vidas, que é a religiosidade. Somado a isso, o cunho histórico da devoção à padroeira Nossa Senhora da Conceição desde os primórdios de nossa cidade faz com que nos sintamos na obrigação de manter o dia de homenagem a ela como a data magna de nosso município.

Fotos: Assessoria de Imprensa / Câmara de Vereadores

Por
Equipe Mateus Wesp